Sim, Tive Um Câncer E Sobrevivi

29/09/2015 | Por Mais Amigas e Angela Maria Aly Cecilio
Quando passamos por alguns momentos tão difíceis e de extrema complexidade, a alma se silencia e observa o que realmente vai acontecer. No silêncio, ela se fortalece para prosseguir no caminho: Voltas ou Ficas pra cumprir o que tens que cumprir.

O que eu sinto todos os dias é gratidão por poder retomar algumas questões pendentes e compartilhar a minha experiência com pessoas que estão no mesmo processo e precisam de ajuda e apoio.

Me sinto como uma agente facilitadora para quebrar velhos e ultrapassados paradigmas...

O mais difícil é mediar e se colocar no lugar do outro sem interferir no processo e sem querer resolver tudo pelo outro...

Trabalhar a experiência sem vaidade e com humildade passa a ser um exercício diário. O que podemos realmente fazer de concreto sem invadir a história do outro, mas sim apenas como um facilitador, passa a ser uma questão constante para que desenvolvamos as ações de forma objetiva e com os pés no chão.

É muito difícil jogarmos a toalha da onipotência e andarmos lado a lado do próximo para entender as suas necessidades e o que é prioritário ou não. Muito bom este exercício - pois nos dá a dimensão do que realmente precisamos alinhar na nossa Vida- costurando a vivência do tempo e experimentando novas possibilidades do uso deste Tempo.

Hoje me sinto muito melhor, mais resolutiva e atenta para as questões importantes e consciente de que o projeto que temos é muito maior do que as necessidades que julgamos tão importantes.

Ser voluntária me faz viver de forma concreta esta minha gratidão. Sinto uma razão maior para que eu possa trabalhar na Associação Ilumina que trata do mais importante: Prevenir e Facilitar o caminho das pessoas diante do impossível. Foi um abraço mútuo: fizemos uma troca - eles me acolheram e eu mostro o que eu sei e posso fazer...

Encontro na arte, (cerâmica) e com novos amigos um desapego da energia contida e assim consigo fazer o meu trabalho voluntário de forma mais amena. E todas as vezes que fico triste por questões relevantes ou não, me lembro de Santa Teresa d’Ávila - "Tudo Passa Só Deus Basta"...

Virar a página e seguir em frente, observando a Vida e o caminho de como as coisas se desenham, faz parte do processo: pegar ou largar a oportunidade...

Agradeço a coragem que tive de realmente conhecer este caminho novo: mudar de cidade, deixar a família e amigos para viver este novo Tempo faz parte das minhas reflexões.

Sinto que sou uma pessoa muito melhor...

Obrigada...


SOBRE ANGELA MARIA ALY CECILIO


Gostaria de ser avisada quando novos textos forem publicados?
Clique aqui e preencha o formulário.








SOBRE ELAS | FALE COM ELAS | ANUNCIE | ENVIE SUA HISTÓRIA | POLÍTICA DE SERVIÇOS

Copyright © Projeto Mais Amigas - Todos os Direitos Reservados

Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Pinterest Siga-nos no Twitter